"MOCAMBIQUE PARA TODOS,,

VOA News: África

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

TVM suspende programa “A Semana” que era considerado crítico ao Governo

Director de Informação da TVM confirma a suspensão do programa, mas diz que “é algo normal numa televisão”. PCA da TVM está no Brasil

Maputo (Canalmoz) - O Programa “A semana”, que vinha passando na televisão de Moçambique (TVM) aos domingos na hora nobre, acaba de ser suspenso, segundo apurou o Canalmoz, por “ordens superiores”. Coube ao director de Informação da TVM, Simião Ponguane, anunciar a suspensão do programa por tempo indeterminado.
Os jornalistas Alexandre Chiúre, delegado do Diário de Moçambique em Maputo, e Daniel Cuambe, editor de Economia do jornal Notícias, que eram comentadores residentes do programa “A Semana” foram reunidos esta terça-feira, 14 de Agosto, e informados, pelo director de Informação da TVM, Simião Ponguane, que o programa não mais irá para o AR.
O Canalmoz apurou que quando questionado sobre as razões da suspensão do programa “A Semana”, Simião Ponguane disse que estava a cumprir ordens emanadas pelo presidente do Conselho de Administração da TVM, Armindo Chavane.
Porém, sabe-se que a suspensão do “A Semana” emanou do Partido Frelimo que não estava a gostar do teor crítico do programa, principalmente pelo que dizia o jornalista Alexandre Chiúre que não tinha papas na língua para falar abertamente sobre as políticas erradas e correctas do Governo do dia.
O Canalmoz apurou que o porta-voz e deputado da Frelimo, Edson Macuácua, foi uma das pessoas que travou acérrima discussão com um dos comentadores residentes do programa “A Semana” dias antes do anúncio da sua suspensão. Depois dessa discussão o Partido Frelimo ordenou que o programa não mais fosse para o AR.

“É algo normal na televisão”

O Canalmoz contactou o director de Informação da TVM, Simião Ponguane, para saber o que terá levado a que se ordenasse a suspensão do programa. Ponguane diz que não houve um motivo especial. Observou que numa televisão ou rádio a suspensão de um programa é algo normal.
“Este não é o primeiro programa que parámos. É normal numa televisão os programas pararem. Já tivemos muitos programas que pararam”, disse. Citou os programas África Magazine, Justiça e Ordem, que, segundo disse, deixaram de ir para o ar este ano.
“Por que razão não perguntaram porquê estes programas já não vão para o AR?...só falam de “A Semana”? questiona Panguana para demonstrar que o programa chegou ao fim, naturalmente.
“Fazemos refrescamento do programa. Isso é normal numa televisão. O África Magazine também parou. Eu entrei na televisão em 1988. Encontrei este programa a ir para o AR, mas este ano parou”, explica Panguana.
Sobre o período de antena em que aos domingos, após o telejornal, ia para o ar o programa ora suspenso, Ponguane explicou que será preenchido por entrevistas no telejornal. Aos domingos passará a haver um convidado para ser entrevistado.
O presidente do Conselho de Administração da TVM, Armindo Chavana, encontra-se actualmente fora do país, concretamente no Brasil. (Borges Nhamirre e Bernardo Álvaro)

Sem comentários:

Enviar um comentário

| REFLECTINDO SOBRE MOCAMBIQUE |

| DEBATES E DEVANEIOS |

Angola24Horas

Últimas da blogosfera

World news: Mozambique | guardian.co.uk

Frase motivacionais

Ronda noticiosa

Ocorreu um erro neste dispositivo

Cotonete Records

Cotonete Records
Maputo-based group

Livros e manuais

http://www.scribd.com/doc/39479843/Schaum-Descriptive-Geometry