"MOCAMBIQUE PARA TODOS,,

VOA News: África

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Quem são os donos?


Partidos políticos importam viaturas de luxo para terceiros.
Mais uma frota de viaturas de luxo foi apreendida pelas Alfândegas de Moçambique. E a marca Range Rover continua a liderar a lista das viaturas preferidas pelos partidos políticos, num negócio que promete ainda desvendar muitos esquemas.
A campanha das Alfândegas de Moçambique contra o negócio de importação  de viaturas de luxo, sob pretexto de pertencerem a partidos políticos, continua e com novas apreensões. E a marca Range Rover continua a liderar a lista das viaturas preferidas pelos partidos, aliás, pelos “patrões” dos partidos, que em nome destes mandam importar viaturas para gozar de isenção aduaneira.

É que 18 dias depois de “O país” ter publicado a apreensão de um lote de seis viaturas de luxo, eis que mais uma frota de quatro viaturas, também de luxo, foram apreendidas. Senão vejamos: um Range Rover, modelo Evoque, de cor branca, com a chapa de inscrição ABF959MC, foi apreendido na manhã desta segunda-feira; um Range Rover Supercharg, de cor cinzenta, registado com a chapa de inscrição MLW 48-82, também foi apreendido no dia 7 de Agosto corrente.
A lista das apreensões é composta ainda por um Land Rover Discovery, cor preta, com a chapa de inscrição MLW 90-11, recolhido pelas Alfândegas há sensivelmente uma semana e meia, concretamente no dia 13 de Agosto.
Outrossim, integra a lista das viaturas, estacionadas num dos parques das Alfândegas e sob fortes medidas de segurança, um BMW de cor verde, modelo M3, com a chapa de inscrição MLW 89-76, aprendida no dia 7 de Agosto.
Entretanto, uma fonte das Alfândegas de Moçambique, que se escusou a revelar os nomes dos partidos políticos envolvidos neste negócio de venda de viaturas de luxo, garantiu ao “O país” que a campanha prossegue e mais viaturas poderão ser apreendidas nos próximos dias.
A fonte avançou ainda que se trata de um processo que envolve as entidades de justiça, visto estar provado que a importação destas viaturas não está a obedecer ao previsto na lei.
Facto curioso é que existe pelo menos um partido que desde o início deste ano já importou mais de 100 viaturas, todas elas “top de gama”, mas que, curiosamente, estão na posse ou circulam com pessoas que não têm nada haver com o partido em causa.
Mas a questão que se coloca, neste momento, e que as Alfândegas ainda não se mostram disposta a revelar quais os partidos que estão envolvidos neste esquema fraudulento aos cofres do Estado moçambicano.

Sem comentários:

Enviar um comentário

| REFLECTINDO SOBRE MOCAMBIQUE |

| DEBATES E DEVANEIOS |

Angola24Horas

Últimas da blogosfera

World news: Mozambique | guardian.co.uk

Frase motivacionais

Ronda noticiosa

Ocorreu um erro neste dispositivo

Cotonete Records

Cotonete Records
Maputo-based group

Livros e manuais

http://www.scribd.com/doc/39479843/Schaum-Descriptive-Geometry