"MOCAMBIQUE PARA TODOS,,

VOA News: África

domingo, 11 de setembro de 2011

LUIS BOAVIDA PODERA CANDIDATAR-SE A EDIL DE QUELIMANE

O actual secretário-geral do Movimento Democrático de Moçambique, MDM, poderá ser candidato a presidente do município de Quelimane, nas eleições intercalares agendadas para 7 de Dezembro próximo.
Segundo escreve o semanário Savana, outro nome que se apresenta como “candidato de consenso das bases do MDM”, é o antigo presidente municipal de Quelimane pelo partido Frelimo, Pio Matos, que renunciou recentemente ao cargo, juntamente com seus homólogos de Pemba e Cuamba, no norte do pais.
O “Savana” escreve que quadros do partido dirigido pelo edil da cidade central da Beira, Daviz Simango, desconhecendo o impedimento legal que impede Pio Matos de se candidatar a presidente de município nos próximos cinco anos devido à sua renúncia, estariam a tentar persuadi-lo a assim o fazer pela legenda do MDM.

Confrontado pelo jornal, o Presidente do Movimento Democrático de Moçambique, Daviz Simango, negou que o seu partido esteja a encetar esforços para convencer Pio Matos a concorrer à sua própria sucessão sob a bandeira do MDM.
Polidamente, Simango esclareceu que “O meu ex-colega Pio Matos, pelo que sei, é membro do partido Frelimo”, salientando que o ex-edil de Quelimane não possuía um perfil elegível para sustentar uma candidatura em nome do MDM na presidência do município da capital da província da Zambézia.
Pio Matos, abordado sobre este assunto pelo “Savana”, foi peremptório quando reafirmou o seu apoio ao partido Frelimo.
Quanto à candidatura de Luís Boavida, ex-deputado na Assembleia da República pela Renamo, o maior partido de oposição, e agora Secretário-geral do MDM, ele negou que o seu nome tenha sido proposto para concorrer por Quelimane, mas não afastou a possibilidade de o fazer caso seja indicado pelo partido que dirige.
Boavida esclareceu, a propósito, que a Comissão Política do MDM incumbiu os delegados do partido nas províncias onde terão lugar as eleições intercalares, a identificarem pessoas com perfil para concorrer aos respectivos escrutínios, frisando que não tinha a intenção de se valer do seu cargo para falar sobre o assunto.
Na passada terça-feira, o Conselho de Ministros convocou para 7 de Dezembro as eleições intercalares nos Municípios de Pemba, Cuamba e Quelimane. A campanha eleitoral, deverá decorrer entre os dias 22 de Novembro e 4 de Dezembro.
A Renamo, através do seu próprio presidente, Afonso Dhlakama, já anunciou que não irá participar nestas eleições por as considerar uma “fantochada”.
RM/AIM/FF

Sem comentários:

Enviar um comentário

| REFLECTINDO SOBRE MOCAMBIQUE |

| DEBATES E DEVANEIOS |

Angola24Horas

Últimas da blogosfera

World news: Mozambique | guardian.co.uk

Frase motivacionais

Ronda noticiosa

Ocorreu um erro neste dispositivo

Cotonete Records

Cotonete Records
Maputo-based group

Livros e manuais

http://www.scribd.com/doc/39479843/Schaum-Descriptive-Geometry