"MOCAMBIQUE PARA TODOS,,

VOA News: África

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

No rescaldo das intercalares: Verónica Macamo intenta lições de moral e da instituição do casamento para Araújo?

Durante a campanha eleitoral a Presidente do casa do povo – Assembleia da República – lançou-se numa azafama quanto à muitos de nós indecorosa e de muita falta de respeito a privacidade do outrem. No justo caso me refiro ao actual Presidente do Município de Quelimane a quem o bajulou e vilipendiou com indescritíveis insinuações à mistura, a ponto de (pre)dizer que só ia à edil aquele que tem família constituída numa indicação clara e descompassada ao jovem Manuel de Araújo – candidato do MDM.

É verdade que cada um de nós tem os seus quês nessa coisa de constituir família. Não há nem o “rule of thumb” para constituí-la. A própria Presidente da AR é pródiga dessa não retilineidade do caminho ao casamento sem a querer ofender.

O que a Presidente Verónica Macamo queria atingir ao embarcar por aquela via sem olhar a si mesma e a sua volta? Terá estudado os efeitos dominó/perversos que os seus dizeres ‘ditos’ e ‘subjazerem’ durante a campanha contra o jovem Araújo?

Admitamos que o jovem, como outros jovens deste país, tenha as suas vicissitudes no tocante à instituição casamental. Admitamos igualmente que ele como qualquer outro homem não foi feliz ao tentar amadurecer a sua relação para que estivesse com a sua linda esposa a tempo para as campanhas eleitorais. Admitamos ainda que na situação social e profissional dele e da esposa haja motivos impeditivos a que Araújo e ela não estejam juntos. Na verdade porém, julgo não há caminho recto a instituição do casamento. Como tal, não deve haver quem que seja a meio da rua dê lições de moral a quem quer que seja sobre uma relação afectiva e do amor a menos de que seja madrinha. O Araújo deve estar a ‘levantar as pestanas’ agora sobre o facto de algumas pessoas de tamanha importância se preocuparem com o seu foro ‘privado’, e sobretudo, se o fito é ‘roubar maridos’ das outras. Isto não é meter a foice em seara alheia?

Seja como for, a situação do Araújo é muito melhor e responsável que a de tantos e tantas camaradas do Partidão. Muitos quando voltaram de Nachingueia, deixaram as esposas na desgraça até aos dias que correm, ou não? O único que reconhecia, e que tiro chapéu pela atitude responsável, desde a mulher da Inhaca, do Chamanculo, do guerra e da sua presidência toda, cujos filhos se orgulham de ter sido não só um pai mas também um amigo, companheiro e um camarada com que contar é Samora Machel.

Enfim, a senhora Verónica devia deixar de enveredar em aproveitamentos políticos e ridiculizar-se em nome do Partidão nesse tipo de coisas e tantas outras que vemos que no quadro das suas funções, alguém, faria de outra maneira e melhor a bem das populações desta imensa nação.

Dede Moquivalaka

Sem comentários:

Enviar um comentário

| REFLECTINDO SOBRE MOCAMBIQUE |

| DEBATES E DEVANEIOS |

Angola24Horas

Últimas da blogosfera

World news: Mozambique | guardian.co.uk

Frase motivacionais

Ronda noticiosa

Ocorreu um erro neste dispositivo

Cotonete Records

Cotonete Records
Maputo-based group

Livros e manuais

http://www.scribd.com/doc/39479843/Schaum-Descriptive-Geometry