"MOCAMBIQUE PARA TODOS,,

VOA News: África

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Gás do Rovuma: Multinacionais avaliam explorações conjuntas


O grupo norte-americano, Anadarko Petroleum Corp, está a negociar com o grupo italiano ENI a construção de uma unidade de processamento de gás natural para o desenvolvimento conjunto das reservas já descobertas na Bacia de Rovuma, na província de Cabo Delgado.
Maputo, Sexta-Feira, 14 de Setembro de 2012:: Notícias
 
Os dois grupos, que funcionam como operadores em dois consórcios a prospectar hidrocarbonetos em Moçambique, efectuaram já descobertas, em separado, de grandes depósitos de gás natural, com a Anadarko Petroleum a ter anunciado a descoberta de 50 biliões de pés cúbicos e a ENI 70 biliões de pés cúbicos.
Informações facultadas à Dow Jones Newswires pelo vice-presidente da Anadarko Petroleum Corp, Scott Moore, à margem de uma conferência realizada em Singapura, indicam que a construção de uma unidade de processamento, incluindo os gasodutos necessários para transportar o gás, têm um custo estimado em 15 mil milhões de dólares.

Um porta-voz do grupo italiano confirmou as conversações em curso com o grupo norte-americano, mas escusou-se a comentar a possibilidade de as duas empresas avançarem em conjunto na exploração do gás natural em Moçambique.
A lei moçambicana prevê que, em caso de descoberta de reservatórios interligados, as companhias devem optar por uma exploração conjunta desse mesmo depósito. No caso concreto da Bacia do Rovuma, a ENI (na área 4) e a Anadarko (na área 1) já efectuaram duas perfurações que se acredita poderem estar interligadas.
A Bacia do Rovuma é uma das mais activas em termos de prospecção e pesquisa de hidrocarbonetos em Moçambique. Para além da ENI e da Anadarko, também operam naquela zona, a Statoil (nas áreas 2 e 5) e Petronas (nas áreas 3 e 6).
Actualmente, apenas as duas primeiras é que efectuaram perfurações, sendo que as duas últimas preparam-se ainda para iniciar o referido trabalho dentro dos próximos tempos.
Dados avançados recentemente, a Statoil deverá efectuar as suas primeiras perfurações em Abril do próximo ano. 
A Anadarko que funciona como operador na Área 1 da Bacia do Rovuma, no mar do norte de Moçambique, onde controla uma participação de 36,5 por cento, tem como parceiros a Mitsui and Co do Japão, com 20 por cento, as empresas indianas Bharat Petroleum Corp., e Videocon Industries Ltd., com 10 por cento cada, a irlandesa Cove Energy com 8,5 por cento, entretanto adquirida pelo grupo PTT da Tailândia e a empresa estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos com 15 por cento.

Sem comentários:

Enviar um comentário

| REFLECTINDO SOBRE MOCAMBIQUE |

| DEBATES E DEVANEIOS |

Angola24Horas

Últimas da blogosfera

World news: Mozambique | guardian.co.uk

Frase motivacionais

Ronda noticiosa

Ocorreu um erro neste dispositivo

Cotonete Records

Cotonete Records
Maputo-based group

Livros e manuais

http://www.scribd.com/doc/39479843/Schaum-Descriptive-Geometry