"MOCAMBIQUE PARA TODOS,,

VOA News: África

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Fraca afluência aos postos de recenseamento

Nas cidades de Maputo e da Matola.
Os fiscais da Frelimo e do MDM na Matola acreditam que ainda é possível alcançar as metas previstas, mas defendem a intensificação da educação cívica. Caso contrário, o MDM exige prorrogação dos processo.

Continua bastante fraca a afluência dos potenciais eleitores aos postos de recenseamento nas cidades de Maputo e da Matola.
Numa ronda efectuada esta terça-feira por alguns postos de recenseamento nas cidades de Maputo e da Matola, constatámos que o cenário era quase o mesmo: poucos eleitores nas filas ou nenhum à espera de se inscrever.
Na escola primária 24 de Julho, no bairro da Malanga, cidade de Maputo, não havia sequer um eleitor. No posto da zona de Chamanculo, poucos eleitores aguardavam pela sua vez.
Na cidade da Matola, verifica-se a mesma situação, que já está a preocupar os brigadistas. É que, quando faltam sete dias para o fim do processo, as brigadas afirmam que inscrevem, em média, 70 a 100 eleitores por dia, o que consideram bastante irrisório.
“Continuamos a registar fraca afluência aos nossos postos de recenseamento, sobretudo, nas manhãs. Eu não percebo por que as pessoas não vêm, se estão à espera do último dia ou a educação cívica é muito fraca?”, questionou Adilson Chuluma, brigadista num dos postos da Matola.

Sem comentários:

Enviar um comentário

| REFLECTINDO SOBRE MOCAMBIQUE |

| DEBATES E DEVANEIOS |

Angola24Horas

Últimas da blogosfera

World news: Mozambique | guardian.co.uk

Frase motivacionais

Ronda noticiosa

Ocorreu um erro neste dispositivo

Cotonete Records

Cotonete Records
Maputo-based group

Livros e manuais

http://www.scribd.com/doc/39479843/Schaum-Descriptive-Geometry